Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogtailors - o blogue da edição

Novas edições da obra de José Saramago caligrafadas por personalidades portuguesas

28.05.14

 

«A Porto Editora apresentou na manhã desta quarta-feira, 28 de maio, na Casa dos Bicos, as nove primeiras obras de Saramago a serem publicadas pela sua nova casa editorial em Portugal.

 

Numa conferência de imprensa realizada na sede da Fundação José Saramago foram apresentadas as novas edições. A principal novidade consiste no facto de as capas serem "assinadas" por personalidades do mundo cultural português. Cada uma delas escreveu pelo próprio próprio punho o título das obras - o trabalho gráfico ficou a cargo do atelier Silvadesigners.» Ler no sítio da Fundação José Saramago.

 

«Hoje, durante a apresentação dos novos livros, na Fundação José Saramago, o editor Manuel Alberto Valente referiu que houve um extremo cuidado na fixação e revisão dos textos para corrigir pequenas imperfeições e gralhas existentes nas edições anteriores, mas sublinhou principalmente a novidade que considerou inédita em termos mundiais: os títulos de todos os livros, cada um com uma cor própria (o amarelo era a cor dominante na Caminho, editora que publicou os livros de Saramago durante décadas), são reproduzidos na caligrafia de várias figuras da cultura portuguesa. No caso concreto, nove personalidades ímpares: Álvaro Siza Vieira, Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Dulce Maria Cardoso, Armando Baptista-Bastos, Júlio Pomar, Eduardo Lourenço, Gonçalo M. Tavares e Valter Hugo Mãe.» Ler no Diário Digital.

 

«A Caverna, A Noite, A Viagem do Elefante, As Intermitências da Morte, As Pequenas Memórias, Ensaio sobre a Lucidez, História do Cerco de Lisboa, Manual de Caligrafia e O Homem Duplicado são os primeiros livros lançados pela Porto Editora, a escolhida pelas herdeiras do escritor para a publicação da sua obra.» Ler no Diário de Notícias.

 

«Durante a apresentação das novas edições dos livros de José Saramago, o editor da Porto Editora, Manuel Alberto Valente, salientou que as herdeiras do Prémio Nobel, a viúva Pilar del Rio e a filha Violante Saramago Marques, não ganharam mais por deixarem a Caminho, "como muitos acusam nas redes sociais".» Ler no Diário Digital, aqui e aqui.

 

«Além dos nove títulos já publicados, outras obras de José Saramago deverão seguir o rumo desta nova edição, tendo-se referido como as seguintes Levantado do Chão, Os Poemas Possíveis, Provavelmente Alegria e O Caderno. Pilar del Río confirmou ainda que o romance inédito de Saramago, Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas será publicado em Setembro. As nove edição publicadas variam entre os 13,30 € e os 17,70 €.» Ler no iOnline.

 

«Para além de publicar as obras do Prémio Nobel da Literatura português, a Porto Editora vai também apoiar financeira e logisticamente a Fundação José Saramago, disse Manuel Alberto Valente, editor, na conferência de imprensa de apresentação dos nove títulos do escritor que chegam esta quinta-feira às livrarias. Para além do apoio financeiro, o grupo editorial vai também apoiar a fundação, por exemplo, na publicação de ensaios, disse Pilar del Río.

 

"Estamos a desenhar um plano de colaboração para apoiar [a fundação] financeiramente nalgumas actividades", disse Vasco Teixeira, administrador da Porto Editora, acrescentando que vão dar apoio logístico sempre que necessário.» LEr no Público.

 

«"Além da dedicação e do profissionalismo com que estamos já a cuidar das edições do Prémio Nobel da Literatura, a Porto Editora vai [também] apoiar diretamente a Fundação José Saramago, para que esta instituição possa continuar a cumprir, nas melhores condições, a sua missão de promover o estudo e a divulgação da obra de José Saramago", anunciou, na sessão de apresentação, o administrador do Grupo Porto Editora, Vasco Teixeira.» Ler no Jornal de Notícias.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.